JUDICIAL E EXTRAJUDICIAL / ONLINE E PRESENCIAL

área exclusiva
Esqueceu a senha?

Não tem cadastro? cadastre-se agora

2ª  VARA EMPRESARIAL - Portella Leilões - Judiciais e Extrajudiciais

Quarta 15 de Agosto de 2018
Total de lotes: 1
Cód.: 0423/2018
2ª Leilão Presencial / Online
2ª VARA EMPRESARIAL
Autos nº:
0082566-77.1995.8.19.0001
Local do pregão:
Avenida Nilo Peçanha, nº 12 – Grupo 810 – Castelo - RIO DE JANEIRO-RJ
Leilão:
IMÓVEL NA PARAÍBA

LOTE: 8

  • Avaliação: R$ 248.369,19
    Incremento: R$ 1.000,00
    1º Leilão: 08 de Agosto de 2018 às 14h00
    Lance inicial em 1º Leilão: R$ 248.369,19
    2º Leilão: 16 de Agosto de 2018 às 14h00
    Lance inicial em 2º Leilão: R$ 124.184,60
    Informações de abertura
    Incremento: R$ 1.000,00
    Total de Lances: 0
    Arrematantes homologados: 123

    Localização do bem

    Descrição do lote

    Rua Hygino Rolim, nº 15 - Centro - Cajazeiras
    Casa residencial, com um gradil de entrada com área de 135m², encravada em terreno medindo 5m de frente por 27m de fundos.

    Formas de pagamento

    A arrematação deverá ser à vista ou a prazo de até quinze dias mediante caução de 30% da arrematação, acrescida de 5% de comissão ao Leiloeiro e custas de Cartório de 1% até o limite máximo permitido. Caso haja proposta, por escrito, de venda do referido bem em parcelas, nos termos do Art. 895, I e II do CPC, que seja permitido o parcelamento, mediante sinal à vista do valor equivalente a 25% (vinte e cinco por cento) do valor do lance, devendo o remanescente ser pago em até 30 (trinta) parcelas iguais, mensais e sucessivas, devidamente atualizadas, mediante depósitos em conta judicial vinculada a este feito e Juízo, junto ao Banco do Brasil, em dias contados a partir da data do leilão, ficando o imóvel penhorado até que o adquirente quite integralmente o preço ofertado (cf. Art. 895, § 1º do CPC).

    Documentos do lote

    Histórico de lances recebidos

                       
    valorusuário/placalocalidadedata/horário
    Nenhum registro de lance.

OBS: Aquele que tentar fraudar a arrematação, além da reparação do dano na esfera cível - Arts. 186 e 927 do Código Civil. Ficará sujeito as penalidades do artigo 358 do Código Penal.